quinta-feira, 7 de março de 2013

Celebrando 30 anos com uma festinha caseira

Saí da casa dos 20.
Quem poderia imaginar que confeitar bolos e arrumar uma bela mesa de jantar seriam atividades que me dariam satisfação e me trariam alegria? Mas é isso mesmo! Organizar um encontro entre amigos, uma festa ou um chá da tarde com as meninas é sempre um enorme prazer. 

Na minha cabeça cada ocasião vem acompanhada de um tema e um cardápio. Gosto de pensar em cada detalhe e planejar a logística de como as coisas serão feitas, na maioria das vezes, por mim mesma! 
Aos olhos de quem vê parece loucura: planejar, comprar, cozinhar, arrumar, decorar, e por último, ainda limpar. Mas pra mim vale cada passo! É disso que eu gosto, e acho que é o que me energiza pra trabalhar e acordar às 5h30 da manhã todo dia.


Pois bem, festa de aniversário pro maridão sempre tem. Chá disso e daquilo pras amigas também. Estava mais do que na hora de comemorar meu próprio aniversário. 

Nem vou contar em quantos lugares pensei em fazer a tal celebração, nem em quantos cardápios cogitei servir e em quantas pessoas queria convidar. Só conto que resolvi receber alguns amigos e familiares aqui em casa mesmo, informalmente, e fazer quase tudo sozinha. 

Conclusão: convidados divididos em duas festinhas no mesmo final de semana. Uma no sábado à noite e um brunch no domingo de manhã. (Não ouse dizer que sou louca.)

Pra quem quer ideias do que servir no próximo encontro em casa, aqui vão umas fotos do que eu preparei pro sábado:





Um rechaud continha carne desfiada e o outro frango desfiado. Assim, cada convidado montava seu lanchinho.








No aparador ficaram dispostos alguns doces que encomendei. Junto com eles, cupcakes de dois sabores e também mini-cupcakes, que eu mesma fiz.


Beijos!! Mel